Relatório do Estado do Ambiente dos Açores

Promoção e Educação Ambientais
Ecotecas e centros ambientais
  1. A implementação a nível local dos programas, projetos e campanhas de sensibilização e educação ambiental coordenados pela DRA, está a cargo da Rede Regional de Ecotecas dos Açores e da Rede de Centros Ambientais dos Açores.

    O conceito de “Ecoteca” tem-se adaptado na nossa região, mantendo-se atualmente como sinónimo de um Serviço Educativo com um Centro de Recursos especializado. O conceito criado nos anos 90 de equipamento educativo com laboratório, auditório, computadores para acesso à internet, concorria e duplicava ofertas de outras estruturas e entidades que têm proliferado (mediatecas, bibliotecas municipais e públicas, centros de ocupação de tempos livres, auditórios, bibliotecas e laboratórios escolares, entre outros). Assim, mantém-se a sua função prioritária de promover ações de Educação e Sensibilização Ambiental na comunidade em que está inserida, e de disponibilizar gratuitamente informação ambiental ao cidadão, mas sem duplicar espaços na comunidade, otimizando custos financeiros e de recursos humanos. Existem atualmente 9 Ecotecas, uma em cada ilha do arquipélago. Os serviços das Ecotecas interagem com diferentes departamentos do Governo, escolas, organizações não governamentais de ambiente, associações locais, empresas, autarquias, entre outros, para a prossecução dos seus objetivos. As Ecotecas encontram-se atualmente integradas nos Parques Naturais de Ilha. Varia de ilha para ilha a sua localização e valências disponíveis, estando localizadas na sede do Parque Natural ou associadas a um Centro. Trabalham em estreita ligação com os Centros Ambientais.

    A Rede de Centros Ambientais dedica-se especificamente à interpretação ambiental, promovendo a interpretação e valorização das áreas classificadas e de outros valores naturais da Região. Com presença em todas as ilhas, este conjunto de centros é composto por diferentes tipologias de centros de educação ambiental, sendo os mais comuns os Centros de Interpretação de Áreas Protegidas, Centros de Interpretação Ambiental e Centros de Visitantes (de cavidades vulcânicas), mas também outras tipologias que combinam a interpretação ambiental com a monitorização científica, como o Jardim Botânico e o Centro de Monitorização e Investigação, ou ainda com a promoção dos Parques Naturais como a Casa do Parque Natural, entre outros.

    A maior parte destas estruturas estão integradas atualmente nos Parques Naturais de Ilha. 18 dos 23 Centros apresentados na lista abaixo são geridos pela Azorina S.A., os restantes 5 não foram integrados na gestão do Parque Natural da sua ilha, sendo no entanto seus parceiros privilegiados. A sua gestão está a cargo de organizações não governamentais de ambiente (Amigos dos Açores, Os Montanheiros e SPEA) e de um município (município da Ribeira Grande).

    No período de 2014 a 2016 entraram em funcionamento, nos Parques Naturais da Terceira, São Miguel e Santa Maria, 5 novos espaços de informação e interpretação ambiental, geridos pela Azorina S.A.: 2 Centros de Interpretação (da Serra de Santa Bárbara e da Cultura do Ananás), 2 novas Lojas de Parque (da Lagoa das Sete Cidades e de Angra do Heroísmo) e a Casa dos Fósseis, uma nova ala no Centro de Interpretação Ambiental Dalberto Pombo, em Santa Maria.

  2. Lista de Centros Ambientais nos Açores inaugurados até 2016
    ZonaCentro Ambiental
    Fonte: DRA (Direção Regional do Ambiente)
    Santa MariaCentro de Interpretação Ambiental Dalberto Pombo e Casa dos Fósseis
    São MiguelCentro de Visitantes da Gruta do Carvão
    São MiguelCentro Ambiental do Priolo
    São MiguelCentro de Monitorização e Investigação das Furnas
    São MiguelCentro de Interpretação Ambiental da Caldeira Velha
    São MiguelLoja do Parque da Lagoa das Sete Cidades
    São MiguelCentro de Interpretação da Cultura do Ananás
    TerceiraCentro de Visitantes do Algar do Carvão
    TerceiraCentro de Visitantes da Gruta do Natal
    TerceiraCentro de Interpretação da Serra de Santa Bárbara
    TerceiraLoja do Parque de Angra do Heroísmo
    GraciosaCentro de Visitantes da Furna do Enxofre
    São JorgeCentro de Interpretação da Fajã da Caldeira de Santo Cristo
    São JorgeCasa do Parque e Ecomuseu da Ilha de São Jorge
    PicoCentro de Visitantes da Gruta das Torres
    PicoCasa da Montanha
    PicoCentro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico
    FaialJardim Botânico do Faial
    FaialCentro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos
    FaialCasa dos Dabney
    FaialAquário do Porto Pim - Estação de Peixes Vivos
    FloresCentro de Interpretação Ambiental do Boqueirão
    CorvoCentro de Interpretação Ambiental e Cultural do Corvo
  3. No cenário regional o número de visitantes dos centros ambientais tem vindo a aumentar na Região, embora nalguns centros tenha havido alguma diminuição e noutros o numero se mantenha relativamente estável. Os centros onde se verificaram maiores subidas foram: o Centro de Interpretação da Caldeira Velha, o Centro de Visitantes do Algar do Carvão, o Centro de Visitantes da Gruta do Natal, o Centro de Visitantes da Gruta do Carvão, o Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos, o Centro de Visitantes da Furna do Enxofre e o Centro de Visitantes da Gruta das Torres. O total de visitantes do Centro de Visitantes da Furna do Enxofre inclui o número de descidas à Furna e o total de visitantes da Casa da Montanha do Pico inclui também os números de subidas à montanha.
    Algumas baixas no número de visitantes deveram-se ao fecho para obras e atualização das exposições no período a que os valores se reportam, respetivamente em 2014 no Centro de Interpretação da Fajã da Caldeira de Santo Cristo e em 2016 no Centro de Interpretação da Cultura da Vinha da Ilha do Pico e no Centro Ambiental do Priolo.

  4. Legenda das siglas dos Centros: CIADP - Centro de Interpretação Ambiental Dalberto Pombo | CAP - Centro Ambiental do Priolo | CVGC - Centro de Visitantes da Gruta do Carvão | CICA - Centro de Interpretação da Cultura do Ananás | LPLSC - Loja do Parque da Lagoa das Sete Cidades | CMIF - Centro de Monitorização e Investigação das Furnas | CICV - Centro de Interpretação da Caldeira Velha | CVGN - Centro de Visitantes da Gruta do Natal | CVAC - Centro de Visitantes do Algar do Carvão | CISSB - Centro de Interpretação da Serra de Santa Bárbara | LPAH - Loja do Parque de Angra do Heroísmo | CVFE - Centro de Visitantes da Furna do Enxofre | CIFCSC - Centro de Interpretação da Fajã da Caldeira de Santo Cristo | CPESJ - Casa do Parque e Ecomuseu da Ilha de São Jorge | CM - Casa da Montanha | CVGT - Centro de Visitantes da Gruta das Torres | CIPCVIP - Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico | JB - Jardim Botânico | CMG - Complexo Monte da Guia (inclui o Aquário do Porto Pim e a Casa dos Dabney) | CIVC - Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos | CIAB - Centro de Interpretação Ambiental do Boqueirão | CIACC - Centro de Interpretação Ambiental e Cultural do Corvo

Última atualização a 15-05-2017