Portal do Estado do Ambiente dos Açores

Edições Anteriores
Relatório do Estado do Ambiente dos Açores

A recolha, tratamento e disponibilização da informação ambiental constitui um importante contributo para o conhecimento do estado do ambiente, para a implementação de políticas de gestão e para o apoio aos gestores em processos de tomada de decisões. Trata-se de uma tarefa e de um esforço revestido de dificuldade dado que muita da informação relevante se encontra dispersa devido, particularmente, à fragmentação sectorial e interinstitucional que se verifica naquilo que é a realidade açoriana.

Por forma a tornar os dados e informações recolhidos e tratados num capital e património de informação explorável e revestido de significância, tem sido empregue, desde a elaboração do 1º Relatório do Estado do Ambiente dos Açores (REAA), com ano de referência 2001, uma tónica nos seguintes vectores:

- Tentativa de criação de metodologias e mecanismos de carácter sistemático para recolha de informação;
- Avaliação, por comparação, da evolução ambiental ocorrida na Região, permitindo, assim, traçar cenários e identificar tendências de evolução dos vários domínios ambientais;
- Difusão alargada dos resultados da recolha e tratamento da informação por forma a evitar que os dados sejam restritos a um número limitado de pessoas que fazem, normalmente, parte da comunidade técnica e científica.

A partir da publicação do REAA 2011-2013, a informação relativa aos vários domínios ambientais e respetivos indicadores, constantes no Relatório de Estado do Ambiente, estão disponíveis para consulta no Portal do Estado do Ambiente dos Açores (em desenvolvimento).

Para mais informações, consulte os documentos abaixo indicados:

 

Relatório do Estado do Ambiente dos Açores 2011-2013
Relatório do Estado do Ambiente dos Açores 2008-2010
Relatório do Estado do Ambiente dos Açores 2007

 

Relatório do Estado do Ambiente dos Açores 2005
Relatório do Estado do Ambiente dos Açores 2003
Relatório do Estado do Ambiente dos Açores 2001